NOTÍCIAS

Brasil tem 97 casos de variante Delta que se espalha em meio a festas clandestinas e aglomerações

Brasil tem 97 casos de variante Delta que se espalha em meio a festas clandestinas e aglomerações

20/07/2021

Mesmo em países onde a vacinação contra a Covid-19 está bastante avançada, a variante tem causado estrago e novas medidas de restrições contra a doença estão sendo adotadas

 

Com apenas 33.845.415, ou 15,98% da população brasileira, totalmente vacinadas e as aglomerações registradas todos os finais de semana, a variante Delta, cepa mais transmissível identificada na Índia, já chegou em pelo menos sete estados do Brasil, país que registrou mais de 42 mil mortes em menos de um mês. No dia 19 de junho o país alcançou meio milhão de vidas perdidas, neste domingo (18), já eram 542.214 vítimas da doença.

Com a variante Delta em ação, os casos de Covid-19 pararam de cair em sete capitais e subiram em quatro. No total o país já registrou 97 casos de infecção com a Delta e os óbitos estão concentrados no Pará e no Maranhão.   

Segundo o Ministério da Saúde, há casos registrados em Minas Gerais, com uma contaminação, duas em Goiás, três em São Paulo e dois em Pernambuco, No Paraná, foram nove casos e quatro mortes, e no Maranhão, seis registros e um óbito.

O estado Rio de janeiro lidera com 63 casos da variante Delta. A cepa já foi confirmada em 12 cidades, além da capital fluminense. 

Mesmo em países onde a vacinação contra a Covid-19 está bastante avançada, a variante tem causado novas medidas de restrição contra a doença. De acordo com cientistas que analisam a cepa indiana, ela já chegou a mais de cem países. É mais contagiosa do que todas as outras conhecidas até agora. 

Os números mostram que menos pessoas evoluíram para quadros graves ou acabaram morrendo ao contrair a Delta, mas tais dados se confundem com o fato de que ela surgiu, a princípio, em nações onde já havia grande parte da população vacinada. É o caso, por exemplo, do Reino Unido

o Brasil, o ritmo lento da vacinação e o afrouxamento das medidas sanitárias nas últimas semanas têm provocado um aumento de aglomerações de pessoas, acendendo um alerta diante do aumento de casos registrados da variante indiana pelo país.

Segundo o relatório semanal do Centro Europeu para o Controle e a Prevenção de Doenças (ECDC), o avanço no número de casos tem ocorrido em grupos etários mais novos, como jovens entre 15 e 24 anos. Pessoas que ainda não receberam primeira dose e nem a segunda da vacina.

Por causa da variante, governos estaduais têm diminuído o intervalo entre as aplicações das vacinas contra Covid-19 das fabricantes AstraZeneca ou Pfizer, com fizeram o Estado do Rio e o Distrito Federal. A estratégia é ter parcela maior da população com o esquema vacinal completo, sobretudo entre os grupos vulneráveis.

Números da pandemia

Em 24 horas, entre sábado e domingo, o Brasil registrou 948 mortes por Covid-19, o que totaliza 542.214 vítimas da doença desde o início da pandemia, segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). 

O número de casos registrados no mesmo período foi de 34.126, o que levou o país a atingir 19.376.574 infecções confirmadas até então. 

A média móvel de casos em relação aos últimos 7 dias alcançada neste domingo, de 40.948 contaminações, apresentou estabilidade em relação ao que vem sendo registrado nos últimos dias. O mesmo foi observado em relação às mortes, com média móvel de 1.247 óbitos.

Comentários

Deixar um comentário
Imagem pré-carregada